Presidente do Catanduvense faz nota de esclarecimento

O presidente do Grêmio Catanduvense, Reginaldo Marcelo Borges, o Alemão, clube este que vai disputar na próxima temporada, a Segunda Divisão do Futebol Paulista, vem por meio desta nota de esclarecimento se manifestar a público sobre os fatos que vem envolvendo o nome do e uma futura equipe de futebol profissional encabeçada pelo Padre Osvaldo. Primeiramente, cabe esclarecer que no inicio do mês de agosto do corrente ano, fui procurado pelo meu vice-presidente Mauricio Gouvea, que também é vereador da cidade, pelo partido PV .

Reginaldo Marcelo Borges – presidente do Catanduvense
O mesmo veio ao meu encontro, após receber uma mensagem do. Prefeito Municipal, Afonso Macchione solicitando que o vice presidente intermediasse uma reunião entre o padre Osvaldo e esse presidente. Aceitei o encontro, e fomos até a Paroquia Imaculada Conceição na reunião, quando sacertdote Osvaldo explanou quais eram suas intenções, este presidente explanou sobre a atual situação da agremiação Catanduvense em relação as dividas deixadas pela gestão passada, e que esta divida esta sendo paga ano a ano.

Sabendo de todos os aspectos, Osvaldo solicitou 15 dias para que conversasse com algumas pessoas ligadas a ele. Após o transcorrido deste período, o referido, dá o seu sim, para a parceria com o time da Vila Souto, e assim administraria as categorias Sub-15 e Sub-17, e que estava preparando o contrato para formalizar o acordo. Após algum tempo em novo contato, Osvaldo, informa que não será mais possível a parceria. Assim toda a diretoria do Catanduvense foi pega de surpresa pelo anuncio de uma nova equipe de futebol profissional na cidade, e desde já esclarece que não é contra a formação desta equipe, e é contra o modo que foi feito, as escuras, com falsidade, pois se a diretoria do clube não fosse procurada para a parceria e a mesma estivesse apalavrada, não estaria nem mesmo me manifestando. Ainda cabe esclarecer que todo time profissional de futebol visa lucro, e com o Padre Osvaldo.

Empresário não vai ser diferente, entendo que o que está acontecendo é que a formação deste novo clube não tem nada haver com o ampto social, e sim com a formação de atletas para um futura negociação e assim obter lucro. Entendo isso pois o Grêmio sempre teve este intuito, e que nos últimos anos da atual gestão já foram sanados muitas dividas e nenhuma nova divida foi feita.
Agora venho explanar a minha opinião pessoal sobre os acontecimento, entendo que o padre Osvaldo queira ganhar dinheiro com o futebol, entretanto acredito que deveria estar mais atentos as questões religiosas e aos seus fies, entendo também que o senhor Prefeito Municipal Afonso Macchione Neto, cometeu um ato covarde com o vereador Mauricio Gouvea que é vice-presidente do Catanduvense e sempre o defendeu com punhos, braços e antebraço, e que o fato de o Sr. prefeito fazer este tipo de conluio foi uma verdadeira apunhalada pela costas.
Ainda seguindo esta linha e não querendo ofender ninguém, digo que mesmo discordando com o meu vice-presidente e amigo-irmão Mauricio em muitas questões envolvendo o prefeito, e agora escuto o chefe do executivo dizer em alto e bom som que o Padre. empresário tem caráter, credibilidade (sei das virtudes do Pe.) mais no meu entender ele di z que a atual diretoria do Grêmio Catanduvense não tem caráter, não tem credibilidade, para encerar o assunto deixo bem claro que esta diretoria pegou um clube afundado em dividas, sem nenhuma estrutura, sem nenhum porcentual em jogadores que estavam emprestado, e que era para ter acabado em 2014 por conta dessas dividas, e com muito trabalho, Amor, e dedicação, vem sanando as dividas pois com essa Diretoria nunca pegou a cota da federação pois ela é usada para sanar as dividas e está trabalhando e muito para elevar o clube a um patamar jamais visto.
E acredito que muitas coisa que estamos vendo e escutando não seja verdade, entre elas a possibilidade de ceder a este novo clube o estadio Sílvio Salles, por 30 anos como comodato, seria o cumulo do absurdo, mesmo porque o Grêmio, pela sua tradição e pela reestruturação que esta sendo feita tem muito mais direito do que um clube mal saído da maternidade, que claramente tem interesses financeiros e se esconde atrás da Igreja. Para terminar só posso agradecer a toda a diretoria e alguns empresários de Catanduva que estão me ligando e dizendo que o Grêmio nunca vai morrer e dando muito apoio nesta nova empreitada.
Obrigado a cada um da diretoria que acreditaram em mim, aos empresários que já fecharam a parceria com o Grêmio, a Nolly&Martins que esta sedendo o CT Nolly&Martins para o Grêmio, agradecer as escolinhas de futebol que apoiam o clube ( Mundo da Bola, Bola na Rede, WT, o Gê lanches com o Sub-9, e o Sub-11) e por fim mais o mais importante a todos os torcedores que estão se manifestando a nosso favor nas redes sociais, o Grêmio, vai continuar pois é tradição e tem pessoas apaixonadas por trás dele. “Vamos aguardar o derbi municipal”, finalizou o dirigente catanduvense.

Fonte: Futebol Interior

%d blogueiros gostam disto: